EVO
Nossa visãoAfinal de contas, o que nos move?

“Nós queremos que o público se divirta e, se pudermos proporcionar sua diversão através de competições Pokémon, estaremos satisfeitos com isso. Queremos, em um segundo momento, que aqueles que demonstram simpatia ou interesse pelas múltiplas faces do jogo competitivo possam encontrar em nós um caminho facilitado para nele adentrar.

Também almejamos dar luz aos grupos de discussão Pokémon e estudar formas de proporcionar conversas maduras, saudáveis e educativas. Incentivamos a formação de amizades honestas, como já vimos muitas surgirem em nossos espaços e daqui para a ‘vida real'”.

- Haô

Esse foi o texto que publicamos em nosso manifesto, quando anunciamos que estávamos deixando os sistemas de fóruns de internet para começar a investir em um portal dedicado ao Pokémon competitivo. Muito mais do que isso, gostaríamos de palpar melhor essa ideia e responder com maior maturidade e consciência à pergunta: afinal de contas, por que fazemos o que fazemos?

Uma breve história do nosso surgimento

A PokéEVO surgiu no dia 27 de fevereiro de 2007. Nessa época era anunciada a possibilidade de se fazer batalhas via Wi-Fi com os jogos Pokémon, o que motivou um grupo de amigos a formar um fórum (hoje desativado) para organizar competições com os jogos via internet. Paralelamente a isso, ainda havia a ânsia em elaborar um website para a nova comunidade e nele concentrar todo o nosso conteúdo instrutivo, o que também foi realizado.

A EVO de 2007 era bem ingênua, mas carregava uma ideia interessante. Tínhamos uma equipe formada pelas pessoas certas para fazer a comunidade acontecer - desde o início fomos organizados, tivémos planejamento e pudemos contar com pessoas que já tivessem uma leve noção de Web Develop (design, programação etc.) e, sobretudo, de Pokémon competitivo.

Somado a isso, também caminhou ao nosso lado o quesito sorte. Raptor, quem primeiro trouxe a ideia de criar a EVO, disse uma vez e aqui copiamos a referência: “Quantos sites não são criados sobre Pokémon e não chegam a durar nem 1 mês? Nós tivemos muita sorte de dar certo, de as pessoas de repente quererem usar o nosso espaço”.

Por tudo isso, ainda que contássemos com determinação no início, podemos dizer que chegamos até aqui por acidente. Hoje, mais maduros, estamos fixados como referência do Pokémon competitivo nacional e, com essa característica em mãos, nos vemos com abrangência o suficiente para mover mudanças positivas no cenário gamer.

Um pouco sobre a administração da EVO

Atualmente a EVO é encabeçada pelo Juliano #20. Juliano é professor, já passou dos 30 e tantos anos, é pai, marido e concilia o tempo dedicado à EVO com as responsabilidades inerentes ao cuidado com a família, profissão, especializações acadêmicas, entre outros. Contudo, ainda que uma pessoa seja a responsável geral, nossa equipe de colaboradores é extensa e bastante mutável dentro da disponibilidade e interesse de cada usuário em contribuir.

Tal como qualquer ser humano, os organizadores da EVO também possuem suas vidas particulares - enfrentam desafios, decepções, possuem sonhos, lutas etc. - e buscam, dentro do possível, atender às demandas que a comunidade exige. Em outras palavras, ainda que nossas vidas já sejam abarrotadas, nos dedicamos ativamente em tornar esse espaço o mais frutífero possível.

Não nos entenda como fartos, mas compreenda o desafio que é tudo isso. De fato, o que fazemos na EVO é feito com muito amor.

Contudo, nada dessa grande estrutura que é a comunidade seria possível se aqueles que a integram também não carregassem dessas ambições em melhorá-la. Esse retrato do ideal que visualizamos para a comunidade competitiva pode ser, de novo, respondido com a pergunta que se segue.

Afinal de contas, o que nos move?

Amizades. Parece ingênuo que a resposta seja essa? Talvez seja, mas é sentido que damos a tudo isso. Somos nós que damos o sentido a nossas próprias vidas, não é mesmo?

É óbvio que buscamos a todo momento melhorar o cenário do Pokémon competitivo nacional, mas, embora os motivos que levaram à nossa criação tenham sido diferentes no passado, a partir do momento que fomos crescendo como um grupo de pessoas e amadurecendo com nossas visões de mundo, nossos esforços em manter viva a comunidade competitiva têm sido realizados em prol das conexões que aqui se formam.

Esse espaço é o nosso reduto. Aqui encontramos nossos amigos que moram longe e (por que não?) perto. Aqui nos divertimos, jogamos. É importante que em nossa vida tenhamos lugares que possamos chamar de “casa”. A própria Pokémon Company já se manifestou nesse sentido:

“Como um jogo de habilidade, Pokémon é entretido por suas estratégias complexas e competições amigáveis. Enquanto o objetivo de um torneio Pokémon seja determinar o nível de habilidade de cada jogador envolvido, nossa finalidade última é garantir que cada participante se divirta. […] Esse é o espírito que deve guiar cada jogador em todas as suas atitudes”.

- The Pokémon Company

Muitas pessoas usam os jogos para esquecer os problemas do dia a dia. Buscam relaxar com eles, se divertir. Nós nos incluímos nisso, então quando alguma motivação tóxica que não tenha por essência a união da coletividade passa a se inserir em nosso meio, sentimos que foi ferida uma parte importante desse nosso “santuário”.

Em geral os grupos gamer têm apresentado comportamentos desagradáveis e que ultrapassam o nível do que seria considerado “comum” na internet. Temos visto muitos insultos, retóricas sexistas, discursos racistas e demais linguagens ofensivas. O mundo já é muito carregado com essas abordagens erradas e por isso buscamos fazer da PokéEVO um lugar de acolhimento, onde nada desse tipo de comportamento entra. No que diz respeito ao cenário gamer, buscamos fazer uma boa imagem do Pokémon competitivo.

Acreditamos que a melhor maneira de combater essa tendência negativa de machucar os outros, de vender uma auto-imagem, de ofender e com isso sentir-se superior é olhar profundamente para nossas intenções. A máxima “a estrada para o inferno está cheia de boas intenções” não nos parece correta aqui. Nossas intenções são o cerne de tudo o que fazemos, mas são mutáveis e complexas, muitas vezes conflitantes umas com as outras. Contudo, se soubermos quais são elas e se as observarmos de perto conforme se manifestam pelo caminho, temos uma chance melhor de aprimorá-las e com isso expor algo honesto e positivo para o mundo, algo útil e verdadeiro: isso é o que tentamos oferecer, é o nosso objetivo.

As coisas que fazemos podem servir a um propósito melhor. Se a vida é sobre se divertir e deixar coisas boas, tentamos, com a EVO, fazer ambas as coisas. A comunidade brasileira de Pokémon somente tem a ganhar e o número de pessoas amantes das batalhas, a crescer.

Precisamos de sua ajuda

Temos muito trabalho pela frente se quisermos restabelecer um diálogo respeitoso entre os jogadores, sobretudo os players de Pokémon competitivo. Por isso nos pautamos na ideia de uma comunidade que celebra o respeito e o amor com o próximo, da mesma forma que compartilhamos o mesmo amor pelo jogo. Não podemos despejar os problemas do mundo em nosso forma favorita de entretenimento.

Precisamos de sua ajuda: você que agora nos lê.

Como? Pratique esses valores, espalhe a notícia. Esperamos com isso proporcionar cada vez mais um ambiente favorável ao entretenimento e ao encontro entre pessoas.

Nossos valores são os valores de toda a comunidade. Vamos juntos!